terça-feira, 21 de junho de 2011

A ESSÊNCIA DA ADORAÇÃO

entreguem-se completamente a Deus, para que ele use vocês a fim de fazerem o que é direito.
Romanos 6.13; ntlh. A essência da adoração é a rendição.“Rendição” não é uma palavra popular, quase tão malvista quanto a palavra “submissão”. Ela alude à perda, e ninguém quer ser um perdedor. Rendição evoca a desagradável idéia de admitir a derrota em uma batalha, perder uma competição ou capitular perante um adversário mais forte. A palavra é quase sempre
utilizada num con texto negativo; criminosos capturados se rendem às autoridades.
Na civilização competitiva de hoje, somos ensinados a nunca desistir ou ceder — logo, não ouvimos falar muito de rendição. Se vencer é tudo, rendição é inconcebível. Preferimos contar sobre vitórias, sucessos, triunfos e conquistas, a falar de complacência, submissão, obediência e rendição. Mas render-se a Deus é a essência da adoração; é uma resposta natural ao maravilhoso amor e à miseri córdia de Deus. Nós nos entregamos a ele não por medo ou obriga ção, mas por
amor, porque ele nos amou primeiro.1 Após passar onze capítulos do livro de Romanos
explicando a respeito da incrível graça de Deus para conosco, Paulo nos exorta a render nossa vida completamente a Deus em adoração: Portanto, meus irmãos, por causa da grande misericórdia divina, peço que vocês se ofereçam completamente a Deus como um sacrifício vivo, dedicado ao seu serviço e agradável a ele. Esta é a verdadeira ado ração que vocês devem oferecer a Deus.2 A verdadeira adoração — agradar a Deus — acontece quando você se entrega totalmente a ele. Repare que a primeira e a última palavra desse versículo são a mesma: oferecer. A adoração consiste exatamente em oferecer-se a Deus. O ato da rendição pessoal é conhecido de muitas formas: consagração, fazer de Jesus o seu Senhor, carregar a cruz, morrer para si próprio, submeter-se ao Espírito Santo. O que interessa é você fazê-lo, e não a
forma de você chamar esse ato. Deus quer a sua vida — toda ela; 95% não é o suficiente.
Existem três barreiras que impedem a nossa total rendição a Deus: medo, orgulho e falta de compreensão. Por isso não percebemos quanto Deus nos ama, queremos controlar nossa vida e compreendemos erronea mente o significado de rendição.
RETIRADO DO LIVRO" UMA VIDA COM PROPOSITO".
Loading...