segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Culto

1. Cuidado, esmerado, polido, civilizado, ilustrado.
s. m.
2. Forma pela qual se presta homenagem à divindade.
3. Cerimónias religiosas; forma externa (de qualquer religião).
4. Acto!Ato religioso dominical (nas igrejas protestantes).
5. Fig. Veneração; respeito.
6. Amor intenso.
Cultuar é render homenagem a algum que é merecedor, é dar louvor a criatura adorada reconhecendo a sua superioridade. Em um culto tudo deve ser direcionado a pessoa que esta recebendo a homenagem, todas as ofertas devem ser direcionadas ao cultuado.
Ultimament e tenho estado riste com o estado em que se encontra as formas de culto das nossas igrejas evangelicas, normalmente segue-se um regra, um forma ja especificada sem liberdade e vida. Não sou contra ordem no culto mais hoje o que se vê é uma ordem sem vida sem, emoção ja esta tudo pronto, é só cantar, dar o dizimo, ouviur a pregação e ir embora. Falta aquele desejo de mostrara Deus que nos queremos dar a ele tudo o que somos e o que temos, sem se importar com formas ou estilos, falta exortação e ensino, repreenção, falta aquele desejo qualse infantil pela presença do pai. As vezes nos preocupamos mais se estamos pregando bem, tocando bem, fazendo tudo de acordo com a ordem estabelecida do que se estamos agradando a Deus. A igreja a muito perdeu a enssência da verdadeira adoração e culto. Cultuar pra mim é dar e chamar a atenção daquela pessoa tão importate que é Jesus, seja atráves da música, da palavra ou da dança, não importa como mais devemos entregar a Ele o nosso culto o resto é so o resto, Ele não estar nem ai pro seu vestido ou pro seu palito , pra sua guitarra super cara ou pra suas palavrs bonitas, tudo o que ele deseja é o seu coração.
Isaías 1:10-17

10 ¶ Ouvi a palavra do SENHOR, vós poderosos de Sodoma; dai ouvidos à lei do nosso Deus, ó povo de Gomorra.
11 De que me serve a mim a multidão de vossos sacrifícios, diz o SENHOR? Já estou farto dos holocaustos de carneiros, e da gordura de animais cevados; nem me agrado de sangue de bezerros, nem de cordeiros, nem de bodes.
12 Quando vindes para comparecer perante mim, quem requereu isto de vossas mãos, que viésseis a pisar os meus átrios?
13 Não continueis a trazer ofertas vãs; o incenso é para mim abominação, e as luas novas, e os sábados, e a convocação das assembléias; não posso suportar iniqüidade, nem mesmo a reunião solene.
14 As vossas luas novas, e as vossas solenidades, a minha alma as odeia; já me são pesadas; já estou cansado de as sofrer.
15 Por isso, quando estendeis as vossas mãos, escondo de vós os meus olhos; e ainda que multipliqueis as vossas orações, não as ouvirei, porque as vossas mãos estão cheias de sangue.
16 ¶ Lavai-vos, purificai-vos, tirai a maldade de vossos atos de diante dos meus olhos; cessai de fazer mal.
17 Aprendei a fazer bem; procurai o que é justo; ajudai o oprimido; fazei justiça ao órfão; tratai da causa das viúvas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...